Rio de Janeiro – Para ter paz, tem que ter guerra!

Guerra no Rio de Janeiro – Quem no Brasil inteiro não está acompanhando o caso de guerra no Rio de Janeiro? Fala sério, muitas pessoas pedindo paz (inclusive bandidos disfarçados) no morro do complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro. O mais interessante é que só agora que estão falando isso, por que semana passada não era assim.

Vì pela televisão muitas pessoas protestando a presença de policiais e etc nos morros. Pra mim 50% das pessoas que moram nos morros (tirando crianças) são bandidos, não tem essa não. Agora que o morro está cercado todo mundo apoiando a polícia e sacudindo bandeiras brancas, fala sério.

Sou cristão (evangélico) e sei dos conceitos da igreja sobre perdão e arrependimento. Mas acho que os bandidos deveriam ser é todos mortos. Vamos pensar um pouco: Qual a probabilidade de um bandido desse ser preso e se arrepender e virar um cidadão de bem? Vamos ser honestos e acabar com essa hipocrisia de direitos humanos, pelo amor de Deus!!! O cara vai ficar anos na cadeia, gastando dinheiro que nós, cidadãos honestos e lutamos para conseguir. Tá ok, sou Cristão e não posso pensar assim. Será? Pense friamente: Até um bandido desse se arrepender (e se ele se arrepender…) o cara já mandou várias outras pessoas pro inferno (matou). É só fazer as contas e ver o que é melhor: 1 ou vários pro inferno!(?). Pelo amor de Deus… É só pensar. Veja um vídeo dos bandidos fugindo lá da Vila cruzeiro para o complexo do alemão na guerra no Rio.

Para ter paz, temos que ter guerra primeiro! Detonar e prender todos esses bandidos do morro. Não adianta por UPPs nas favelas e expulsarem os bandidos. Expulsar significa que eles vão para outro lugar.

Vídeo da guerra no Rio de Janeiro



Fala sério… Que direitos humanos que nada. Quero ver se um filho de um cara dos direitos humanos for assassinado, se ele tiver a família refém, ficar em cativeiro e etc… Eles continuariam com essa baboseira.

Claro que existem excessões. Não estou generalizando. Mães que oram pelo seus filhos e Deus faz o milagre, mas são poucos os casos.

Enfim, tenho certeza que essa guerra no Rio não se resolve só com invasões das forças armadas, com bala nos bandidos. Claro que não. Meu protesto também é contra o governo. Governo omisso que não oferece escolas e ensino de boa qualidade. Não investe em educação que é a base toda sociedade.

O início do trabalho do governo é prender. Depois por um trabalho pros caras nas penitênciárias para eles mesmos se pagarem, se sustentarem. Se não trabalhar não come! Oferecer uma ocupação pro cara. Imagina ele ficar preso 20 anos sem fazer absolutamente nada!? É ridículo, homens e mulheres cheio de saúde! Eles acabam piorando lá dentro e saindo pior do que entrou.

Em contrapartida o governo investe milhões em estádios pelo Brasil afora para fazer a alegria do povão! Vamos aos estádios, vamos ver futebol, vamos deixar o povo entertido para não deixá-los pensar. Política? Que nada, vamos ensinar as regras do futebol, vôlei e um pouquinho de religião africana nas escolas do ensino fundamental! Aì é que começa a guerra! A guerra da vida! A guerra do Rio de Janeiro…

Pronto falei! Ufa!


Guerra no Rio

Um comentário sobre “Rio de Janeiro – Para ter paz, tem que ter guerra!”

Deixe um comentário