Cantadas Infalíveis

Num ‘guento’ com tanta criatividade… rsrsrsrs

– “Existe um vazio no meu coração que tem as suas medidas. Quer entrar?”
– “Se algum dia alguém te dizer que você nunca fez nada de importante, não se preocupe. O mais importante já foi feito: você!”
– “Sou novo na cidade. Pode me informar o caminho até seu coração?”
– “Amarelo lembra ouro. Ouro lembra ladrão. Ladrão lembra você, que roubou meu coração.”
– “Se você fosse um sanduíche, seria um X – Princesa.”
– “Você não é colesterol, mas afetou o meu coração.”
– “Durma com os anjos e sonhe comigo, pois um dia sonhará com anjos e durmirá comigo.”
– “Oi, você gosta de chocolate?” / “Sim.” / “Prazer, Chocolate!”
– “Não sou a Ana Maria Braga, mas sou mais você!”
– “Eu queria ser poeta, mas poeta não posso ser, pois poeta pensa muito, e eu só penso em você.”
– “Se não olhar é porque é feia, e se não sorrir é porque é banguela.”
– “Uma sereia perto de você é uma sardinha.”
– “Penso em você 25h por dia!” / “Não seriam 24?” / “É que meu coração faz hora extra!”
– “Você não pode ir no sol, né?” / “Por quê?” / “Porque se já é gostosa crua, imagina assada!”
– “Queria ser a água do teu chuveiro para que de gota em gota beijasse seu corpo inteiro.”
– “Aposto um beijo como você não ficou comigo ainda!”
– “Seu pai é ladrão?” / “Não, por quê?” / “Porque ele roubou o brilho das estrelas e colocou no seu olhar!”
– “Será que eu posso saber o que esse bombom tá fazendo fora da caixa?”
– “Você tem um mapa?” / “Não, por quê?” / “Porque me perdi no brilho dos seus olhos.”
– “Como você quer que eu a acorde amanhã? Telefone ou cutuque?”
– “Você deve amar comer ratos, hein?” / “Não! Por quê?” / “Porque você é uma gatinha.”
– “Se não ficar comigo é porque está sem calcinha!”
– “Você pode me dar uma informação?” / “Sim!” / “Como faço para chegar no seu coração?”
– “Vamos tomar alguma coisa?” / “O quê?” / “Que tal um banho?”
– “Você se parece muito com a minha próxima namorada!”
– “Amor, você é uma droga!” / “Por quê?” / “Porque você me vicia!”
– “Você não é a Taís Araújo, mas é Da Cor do Pecado!”
– “Seu pai é padeiro?” / “Não, por quê?” / “Porque você é um sonho!”
– “Você acredita em amor à primeira vista ou eu vou ter que passar aqui novamente?”
– “Você não é a Ave Maria, mas é cheia de graça.”
– “Seu pai é dono da Fiat?” / “Não, por quê?” / “Porque você faz meu tipo.”
– “Um dia quero virar astronauta” / “Por quê?” / “Pra poder viajar no céu da tua boca.”
– Ela te pergunta: “Quer refrigerante?” Você diz: “Não, prefiro saliva.”
– “Eu jogo Tíbia, mato dragão. Quer ficar comigo, sim ou não?”
– “Você está esperando o ônibus?” / “Não, por quê?” / ‘Porque você está no ponto!”
– “Oi gata! É que eu peidei aqui, será que podemos ir para um canto?”
– “Oi… está vendo aquele meu amigo ali?” / “Sim.” / “Bonito, não é?” / “Sim.” / “Ele perguntou se você não quer ficar comigo!”
– “Seu pai é joalheiro?” / “Não.” / “Então como ele pode ter uma jóia tão rara como você?”
– “Seu pai é um pirata?” / “Não, por quê ?” / “Porque você é um tesouro!”
– “Oi, eu não tenho nenhuma cantada pronta, quer ficar comigo?”
– “Vamos comer uma pizza e fazer sexo?” / “O quê?” / “Ué, você não gosta de pizza?”
– “No alto do morro tinha um coqueiro. Um côco caiu. Rola ou não rola?”
– “Pulei na água, me afoguei. Mexi com fogo, me queimei. Olhei para você, me apaixonei.”
– “Doeu?” / “Doeu o quê?” / “Quando você caiu do céu. Você só pode ser um anjo!”
– “Você tem uma colher aí?” / “Não.” / “Então porque fica dando sopa?”
– “Pulei na água até o umbigo, quer ficar comigo?”
– “Você deve amar comer ratos, hein?” / “Por quê?” / “Porque você é uma gatinha.”
– “Asa de urubu, asa de galinha, se quiser ficar comigo, dê uma risadinha.”
– “Você acredita em Deus?” / “Sim.” / “Então fica comigo, pelo amor de Deus!”
– “Posso fazer 3 perguntas?” / “Sim.” / “Qual o seu nome? Quer ficar comigo? Por que não?”
– “Em cima da colina passa boi passa boiada, só saio da sua frente quando for minha namorada.”
– “Solto pipa, jogo pião. Quer ficar comigo, sim ou não?”
– “Não sou o Itaú, mas fui feito para você.”
– “Ei, você é quadrada?” / “Não.” / “Será que rola?”
– “Seu pai é mecânico?” / “Não, por quê?” / “Porque você é uma graxinha.”
– “Você não é o Google…Mas achei tudo que eu precisa em você”…

Você está aqui: